sexta-feira, 10 de junho de 2011

Que vergonha Comandante!!!

Comandante Geral da PMAC suspende cautela de armamento para policiais militares
Sob a alegação de “melhorar a qualidade do serviço prestado pela polícia’’ o Comandante Geral Cel. José Anastácio, por meio da Portaria nº. 013/GC/2011 de 16 de maio de 2011 suspendeu cautela permanente de arma aos Praças da corporação, regulamentada através da portaria n° 003/DP/2010.
Como de praxe mais uma desculpa para prejudicar aqueles que realmente enfrentam a criminalidade em nosso estado. Por questões políticas que envolvem as negociações salariais entre governo do Estado e as Associações militares o Comando Geral prefere deixar os policiais militares a meçer da sorte de bandidos. Pelo visto o Comandante Geral já se esqueceu dos 6 (seis) policiais mortos no ano de 2009. Dentre eles o SD PM Jucivan Teles Nogueira, de 33 anos, que após sofrer diversas ameaças de bandidos próximos de sua residência requisitou cautela de armamento da corporação que lhe postergado, cientes da fragilidade do policial cerca de 4 (quatro) bandidos invadiram sua casa o amarraram com o próprio cinto da policia e desferiram dois tiros a queima rouba em sua cabeça.
Diariamente os policiais militares são envolvidos em ocorrências que os colocam cara a cara com diversos tipos de marginais. Por razões de uma legislação (Código Penal e Processual Penal brasileiro) que prolifera a impunidade em nossa sociedade, diversos desses marginais são liberados da delegacia no mesmo dia. Ai o policial vai comprar pão na padaria pela manhã, desarmado, pois a instituição Policia Militar não lhe conferiu o direito de ter consigo uma arma para se defender e defender outrem, e poderá se deparar com o deliquente que prendeu na mesma madrugada. Qual vai ser a reação? Ora podem ser as mais diversas, mas uma coisa é certa, ninguém gosta de ser preso, e nem de quem o prendeu.
O que é intrigante é que todo Oficial da PMAC em sua carteira funcional já dispõe do porte de arma e a sua disponibilidade uma arma da corporação, aos Praças cabem a regulamentação através de portarias com critérios alienígenas de cada Comandante. Pelo visto para o Comando a vida de alguns tem mais apreço que as de outro, o que não é de se estranhar já que se admite em nosso Estado ser a vida de valor subjetivo e político, uma vez que como Risco de Vida é pago a um Coronel R$ 750,00 em quanto um Soldado é de R$ 130,00.
Na verdade a vida não tem um preço, afinal nenhum centavo ou milhões de reais vão trazer de volta a vida de pais, mães, esposos (as) policiais que já se foram em razão de serem policiais. Quando vejo decisões como estas do Comandante Geral da Polícia Militar do Acre, vejo transparecer um sentimento odioso eufemizado pelo legalismo político de nosso Estado, mas na verdade, o que nos conforta é que tais atos expressam, em outras palavras o seguinte: “Morram! Morram! como Heróis! que Eu vivo como um Covarde”. Que vergonha Comandante!!!
09 de junho de 2011
Autor: Um Comandado
Blog Militar 24 hora

7 comentários:

  1. Na penal depois do dia 04 de maio de 2009 cortaram nosso almoço e janta depois do dia 13 de maio de 2011 mais precisamente no dia 14 cortaram o pãozinho e o café. Agora lá no presídio somente presos, agentes, diretores, e os funcionários administrativos podem comer! Policia não! Ok tudo bem temos a etapa alimentação porem também cortaram nosso banco de horas! O governo, aliás, os seus puxas sacos pensão que fazendo isso pensam que vamos ficar com medo. Na verdade o que estar acontecendo é que o PT esta dando um tiro no pé, pois a cada vez mais enfurece a tropa! E graças a essas atitudes existiam lá dois PT policiais que agora também não votaram mais no (PT) PARTIDO DOS TARADOS! Continua ¨CARIOCA¨ TU VAI AFUNDAR O PT!!! Pois até eu que sempre votei no PT parei de votar quando o binho assumiu depois do que fizeram com o Maj Rocha.

    ResponderExcluir
  2. Cap PM R/R Mário10 de junho de 2011 12:22

    Concordo com essa preocupação do Sr. Cmt G em “melhorar a qualidade do serviço prestado pela polícia’’. PARABÉNS!!! Mas esquece que antes disso deve-se oferecer melhores condições de vida para o PM, dentre elas, a PROTEÇÃO DA INTEGRIDADE FISÍCA, PROTEGER-SE DO RISCO DE MORTE, nas horas de folga. Isso é óbvio e quem discordar não dá para comandar. Para isso é necessário regulamentar o porte de arma de fogo para praças e providências no sentido adquirir armas particulares intermediando, junto a fábrica, a compra por parte de cada PM. Essa seria a solucão. Tendo, os bandidos, conhecimento disso seria motivo de inibí-los a ações contra policiais.
    Infelizmente a Corporação, historicamente, pouco tem feito no sentido de resolver esse "embrolho". Certa época facilitaram a aquisição de armas direto da fábrica, depois não se sabe os motivos que cessaram essa possibilidade.
    Sabemos da escassez de armas na PMAC, claro que não caberia um julgamento do ato administrativo em tela, mas cabe ao Cmt fazer estudar cada situação e, paulatinamente, ir atendendo cada caso.
    Sempre foi difícil ser praça, os tempos passaram-se, nova Carta Magna, novo século, estatuto "mais humanizado", muitos oficiais que já foram praças, contudo, as coisas continuam para esse círculo como antes, o desprezo, o descaso, o 2º plano. Até quando!!!
    É preciso sensibilidade! É preciso preocupar-se com os comandados.
    E o salário? óooohhhh!!!

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, é o seguinte: vamos deixar esses oficiais se fod** quando estiverem em apuros com seus familiares!
    Que porr* é essa????
    Estão achando q são mais policiais que os pracinhas???
    Uma hora tem arma e na outra nos tiram as armas???
    Deixem esses degenerados se lascarem!
    Já disse: teve oficial ou parente deles envolvido em ocorrência, vou beeeem devagarinho!!!
    Quero ver quanto vão aguentar...

    ResponderExcluir
  4. Nova maneira de fazer POLITICA11 de junho de 2011 04:07

    Um aviso ao Cap PM R/R Mário, meu cmt aqui em CZS que só chega a sobra da capital, hoje têm pistola para quase o dobro do efetivo imagine na capital? A real preocupação não é essa, e sim a exposta pela nota acima.
    Parabéns por essa nota de esclarecimento para aqueles que ainda insistem em não ver o desprezo para com o PM/BM. Não existe nada a se acrescentar nessa reflexão a não ser QUE VERGONHA COMANDANTE!!!

    ResponderExcluir
  5. Cap PM R/R Mário Dias11 de junho de 2011 07:45

    Obrigado! Portanto,diante da informação do NOVA MANEIRA DE FAZER POLÍTICA, só pensa-se em uma coisa... É SACANAGEM COM AS PRAÇAS!!!!

    ResponderExcluir
  6. Anastácio já está na galeria dos "mais queridos" pelos pms. KKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  7. L A M B E B O T A S!

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.