terça-feira, 23 de setembro de 2014

Aperta que Sebastião Faz, é brincadeira...

Após ser criticado por adversários, governo anuncia reforma de quarteis da PM

Ray Melo, da redação de ac24horas – raymelo.ac@gmail.com
 



O governador Sebastião Viana (PT), candidato à reeleição tem sido duramente criticado pelos adversários pela situação precárias dos quarteis da Polícia Militar. Tanto Márcio Bittar (PSDB), quando Tião Bocalom (DEM) alfinetaram o petista, destacando que as denúncias partiam dos próprios policiais militares.


Após ser bombardeado em dois debates, com o que seus adversários classificam como crise no sistema de segurança, o governo resolveu agir e publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (22), a contratação de empresas para reformar os quarteis da Polícia Militar em quatro municípios no interior do Acre.

O governo vai investir mais de meio milhão na reforma dos quarteis dos municípios de Rodrigues Alves, Tarauacá, Mâncio Lima e Manoel Urbano. Os contratos foram assinados pelo comandante da Polícia Militar José dos Reis Anastácio. A previsão é que as obras sejam entregues em quatro meses.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Comandante do 3º BPM - Arrogância, prepotência e educação nota 10



Tenente Coronel Antônio Teles demonstra arrogância contra praça em comentário nas redes sociais






Difícil conciliação. Assim parece ser a relação entre oficiais e praças da Polícia Militar. Na manhã de hoje, uma declaração desrespeitosa e arrogante do tenente coronel Antônio Teles em uma publicação da Imprensa PMAC tratando a respeito do policiamento para as eleições demonstrou que será difícil conciliar os dois seguimentos institucionais.


No primeiro comentário, um praça da reserva remunerada Araújo Rick questiona a ausência de um praça em meio ao debate. A resposta do tenente coronel é ríspida.


- A reunião acima não é lugar de palpite e sim de planejamento estratégico, função atribuída aos Oficiais que possuem cursos e são formados pra isso...nada impede que vc preste Concurso pra Oficiais, quem sabe vc seja convidado pra participar do planejamento...quanto a palpite vc deixa pra dá numa loteria ou no jogo do bicho.


O que o oficial esquece é que na maioria das vezes esses planejamentos são debatidos por quem não sebe nem entrar em uma Rádio Patrulha, está fora das ruas a mais de vinte anos.


- Se esse pessoal entendesse alguma coisa de trabalho na rua, a situação da segurança pública do Acre não estaria do jeito que está, esse povo vive no ar-condicionado correndo risco de pegar gripe e agora querem pousar de sabichões, declarou um militar revoltado.


O caso ganhou as redes sociais, em todos os grupos de policiais militares o fato está sendo debatidos e tem gerado revolta nos praças.


- Ele fala isso por que sempre esteve do lado do governo do PT, não tinha costume de trabalhar na PM nos serviços de rua ou de comando de unidade, agora que ele veio e até agora não aprendeu que quem leva essa PM nas costas são os praças, se oficial pensa, está pensando errado, declarou um sargento.


Sindicância para os subalternos


Não faz muitos dias, o tenente coronel Antonio Teles abriu sindicância para punir um sargento do Terceiro BPM por afirmar que entre os praças não existe corporativismo como existe entre os oficiais. De acordo com os militares da unidade, Teles teria afirmado que o militar transgrediu o regulamento disciplinar e que concorreu para discórdia entre os dois seguimentos. Mas exatamente o que o coronel fez com sua publicação: será que será aberto algum procedimento apuratório para punir o oficial, claro que não, a PM é a casa onde oficial pinta e borda e nada acontece.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

AME prestará assessoria jurídica a militares agredidos em ocorrência no Sesc e poderá mover ação judicial contra agressores



O presidente da Associação dos Militares, sargento Joelson Dias, afirmou na manhã de hoje, 02, que a assessoria jurídica da entidade já está estudando uma forma de atuar em defesa dos dois militares que foram agredidos em uma festividade no Sesc, no último domingo.


Os dois soldados pertencentes ao Primeiro Batalhão foram chamados para atender uma ocorrência envolvendo dois integrantes homossexuais de uma quadrilha junina que se preparavam para dançar no Sesc e que queriam usar o banheiro masculino. A direção do Sesc negou a entrada e, diante da insistência dos participantes, teve que solicitar apoio policial. Os militares tentaram resolver tudo no local, mas não houve acordo e tiveram que usar da força necessária. Os homossexuais da quadrilha junina acabaram reagindo e feriram um dos policiais na mão e o outro saiu da ocorrência com pequenas escoriações, a viatura policial teve o para-brisa quebrado com um tijolo.


- Os advogados já pediram todos os documentos necessários, entre eles o boletim de ocorrência e exame de corpo delito para que tudo seja encaminhado de acordo com a lei vigente, disse o presidente da AME.

Policlínica garante atendimento de emergência à noite e aos finais de semana na Urgil e Prontoclínica em Rio Branco



Assessoria da AME/AC

O diretor da Policlínica, coronel Luís, confirmou na manhã de hoje, 02, para os diretores da Associação dos Militares (AME/AC) que a partir desse final de semana a Urgil e a Prontoclínica passarão a atender os militares e seus dependentes no período da noite e aos finais de semana para atendimento de emergência.

Os serviços disponibilizados fazem parte das medidas adotadas pela direção da Funsau/PMAC na mesa de negociação e vem a atender uma grande necessidade dos militares, os atendimentos à noite para crianças e adultos.

De acordo com a direção, o militar ou seu dependente deverá apenas pegar uma guia junto a Policlínica e se dirigir para o local do atendimento necessário, a formalidade é necessária para justificar os gastos e a entidade ter um controle contábil melhor.

A partir desse final de semana, os atendimentos não serão cobrados na hora do atendimento. Alguns estudos já estão sendo providenciados também para melhorar o atendimento também no interior.