terça-feira, 1 de junho de 2010

Você conhece a dança do “Baculation”?

Policiais Militares do Pará estão sendo investigados por fazerem três adolescentes dançarem uma nova versão da música “Rebolation”, sucesso do grupo musical Parangolé no carnaval deste ano. A dança do “Baculation”, como foi batizada pelos supostos policiais, foi filmada e publicada na internet. O vídeo levou a corregedoria da PM paraense a agir rapidamente para tentar identificar os autores.
"Atos mostrados na imagem são totalmente contrários aos preceitos de ética e disciplina previstos em Código de Conduta dos policiais militares, motivo pelo qual a atitude dos militares constrange toda a tropa que diuturnamente vem se esforçando operacionalmente para a prestação de qualidade nos serviços policiais", disse em nota, o Comando da PM.
Segundo o site de Notícias G1, na segunda-feira (31), a mãe de um dos adolescentes procurou a Defensoria Pública do Pará para se queixar de constrangimento. A denúncia foi encaminhada ao Ministério Público nesta terça-feira (1º).
Se o “Rebolation” está fazendo um grande sucesso entre jogadores de futebol e pessoas comuns, esperamos que no seio militar o “Baculation” não vire moda.

4 comentários:

  1. Para início de conversa, ninguém pode confirmar se foram pms que fizeram o vídeo, e, mesmo que tenha sido pms, grande merda acusar pms de violar direitos de vagabundos meliantes safados trombadinhas que deveriam estar engraxando um sapato como eu fiz quando criança, limpando um carro num estacionamento como eu fiz quando criança, afinal, estes vagabundos quando invadem a casa de pais de familia, barbarizam, humilham, estupram....... Vão punir o vacarezza e os deputados do acre, os que não fazem porra nenhuma por ninguém !

    ResponderExcluir
  2. Caro anônimo, é importante que sejamos sensatos. Li na G1 que, de fato, ainda não foi confirmado se os autores do vídeo são militares, mas não podemos apoiar atos como este. Se vc engraxou sapatos e não procurou o caminho da bandidagem isso significado que tudo ainda nao está perdido para pessoa como estas, entretanto seria melhor que não tivesse necessitado fazer isso para sobreviver e tivesse vida digna.
    Prefiro acreditar que hoje os PM's vivem de tal maneira tolhidos de seus direitos dentro dos quarteis por seus superiores e fora pelos governos e segmentos da sociedade que não podem sempre respeitar o direito dos outros. Mas uma coisa não legitima a outra. A busca por nossos direitos não pode representar o cerceamento do direito do outro.

    ResponderExcluir
  3. NEM TÃO ANÔNIMO ASSIM2 de junho de 2010 08:08

    Sou o 1º anônimo aí de cima, o das 16:40.....
    Em nenhum momento , o direito do "" OUTRO " foi cerceado ! Não fui apenas engraxate ou lavador de carros em estacionamento: Sou pm, sou bombeiro reformado do Acre, sou radialista, sou artesão, sou músico, sou pescador e digo: Eu não teria mandado meninos buchudos dançarem "rebolation", eu teria quebrado as mãos dos meninos, desde que confirmado serem ladrões, daria-lhes um recado: "DESTA VEZ FOI SÓ A MÃO QUEBRADA, DA PRÓXIMA VEZ TODOS IRÃO DESAPARECER COMO NUM PASSE DE MÁGICA" ! Redundando, não me interessa se não foram amados, forjados no bem: Da minha familia cuido eu, na minha rua não admito vagabundagem e, só quando não consigo dar conta dos vagabundos é que solicito o apoio de meus colegas policiais militares, temos coisas muito mais importantes e urgentes para resolver e essa mídia de merda deveria ser mais solidária com bombeiros, pms e nossas familias, quem diria que um dia eu iria preferir que os militares estivessem no poder, quem diria ? Por causa dessa democracia fajuta é que estamos nesta merda de dar dó ! Temos um monte de covardes entre nós ! É pena que os bons estão pagando pela cagada que os maus fizeram e continuam fazendo. DEUS proteja todos os pms e Bombeiros do Brasil.

    ResponderExcluir
  4. SUGUNDO COMENTARISTA2 de junho de 2010 10:11

    De fato você não tão anônimo assim...

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.