terça-feira, 24 de novembro de 2009

Rumores do não pagamento do Abono são desmentidos pela equipe de governo

Com o surgimento de vários rumores dentro dos quarteis dando conta que o Governo do Estado não honraria o compromisso de pagar, ainda este ano, a primeira parcela do abono de R$ 1.500,00 que ficou acertado nas ultimas negociações julho passado, a diretoria da AME/AC, tendo à frente o Sargento Ribeiro, procurou a equipe de governo para saber o que realmente estava acontecendo. Durante o contato realizado os representantes do Estado reafirmaram que o acordo fechado em julho seria cumprido, reafirmaram ainda que o Governo iria cumprir tudo aquilo que havia sido acordado na mesa de negociações, inclusive o pagamento da primeira parcela do abono durante o mês de dezembro.
“As pessoas preferem acreditar em boatos a em uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa”, afirmou Gilvandro Assis, Assessor Especial do Governador.
O que é esse Abono?
Depois do movimento realizado no dia 4 de maio por Policiais e Bombeiros Militares, o Governo do Estado acenou com a possibilidade de alguns avanços para a categoria. Os avanços foram precedidos de perseguições e prisões para os gestores da AME/AC, chegando ao extremo de se criar uma espécie de Regime Disciplinar Diferenciado – RDD, idêntico àquele destinado aos criminosos de alta periculosidade, para ser aplicado ao então vice-presidente da associação, Major PM Rocha. Após esse período o governo acenou com a possibilidade de contemplar os militares estaduais com o mesmo direito que já havia concedido aos servidores da Secretaria de Educação e Cultura, que recebem um salário integral a título de abono de produtividade.
Para os Militares Estaduais o abono de produtividade, também chamado de 14° salário, é formado por um valor fixo de R$ 1.500,00 que será pago em duas parcelas, a primeira de R$ 750,00 em dezembro/2009 e a segunda com o mesmo valor em junho/2010.

7 comentários:

  1. NÀO QUEREMOS NADA ALÉM DO QUE FOI ACORDADO COM O GOVERNO.É NOSSO DIREITO,É NOSSA CONQUISTA.SÓ GOSTARIA QUE FOSSE PAGO EM UMA UNICA PARCELA.NÃO GOSTO DE SER COMO TOMÉ QUE PRECISA VER P/CRER.MAS SÓ ACREDITO VENDO.AME-AC ATE O FIMMMMMMMMMMMM

    ResponderExcluir
  2. SÓ GOSTARIA DE SABER QUAL SERÁ O DIA. EU NÃO ACREDITO EM PAPAI NOEL.QUE O GOVERNO DIVULGUE,O DIA QUE PAGARA ESTE ABONO

    ResponderExcluir
  3. Estamos esperando prá ver se é verdade, se não for verdade não será a primeira vez que esse governo de perseguidores descumpre aquilo que eles pactuaram. Não será a primeira vez eles descumprem uma lei. E quanto ao assessor smurf, eu gostaria de lembra-lo que promessa é dívida.

    ResponderExcluir
  4. NÃO ACREDITO NESSE POVO DO PT. MAIS ESPERO QUE ELES PENSEM MUITO BEM ANTES DE DESCUMPRIR ESSE ACORDO. LEMBREM-SE QUE NÃO ESTAMOS MORTOS E PODEREMOS VOLTAR COM FORÇA TOTAL AO NOSSO MOVIMENTO. AS POLÍCIAS QUE RADICALIZARAM ACABARAM CONSEGUINDO AQUILO QUE QUERIAM. OUVIU CARÍOCA (LULA MOLUSCO) E GILVANDRO ASSIS (SMURF)

    ResponderExcluir
  5. Vocês viram, além de gostar de telefônes chapas brancas a familia do Senador Tião Viana gosta de espancar idosos. Veja o caso do jovem médico Diego Neves, 26 anos e sobrinho do Senador. Ele espancou o também médico Augusto Júlio Muñoz, 52 anos. A imprensa local foi abafada e não divulgou nada. Eu estava lá e ví tudo. O sobrinho do dono do Acre baixou a porrada no velho médico com chutes, socos e golpes com um pedaço de pau, mesmo a vítima estando caída no chão. Depois a polícia foi retirada do local pelo nosso comandante geral. O Sobrinho disse que deu apenas um empurrão no médico.

    ResponderExcluir
  6. E a balsa de Feijó pode passar em Rio Branco prá levar o pessoal do goveno em 2010.

    ResponderExcluir
  7. CAPITÃO MORRIMENTO26 de novembro de 2009 15:02

    Atenção!
    Policiais Militares de todo o Brasil, cansados de serem enganados por seus governadores e respectivos comandantes gerais, deprimidos por suas condições de trabalho, cansados de fazerem “bicos” nas horas de folgas, desesperados por não ganharem nada com as escalas extras, convictos de que a PEC 300 não passa de um engodo, uma falácia, enfim uma enganação aos que labutam para a manutenção da ordem pública, desesperados por morarem nos mesmos bairros onde o crime organizado mantém seus quartéis generais pelo Brasil, cansados de esconderem suas funcionais em sapatos e cuecas quando se utilizam do transporte público, decretam no dia de hoje a Greve Geral das Polícias Militares do Brasil. Os policiais não se apresentarão em seus turnos, permanecendo em suas casas por tempo indeterminado, até que sejam marcadas reuniões da categoria em Brasília. Parabéns aos valorosos e corajosos PMs que dessa vez acertaram o alvo. Governadores estão em desespero, uma vez que seus estados ficarão à mercê do crime organizado mas a greve, se faz necessária. O comando de greve emitirá uma nota mas já se sabe que a adesão é de noventa e oito por cento, uma vez que PMs lotados nos palácios de seus governadores, não aderiram ao movimento por receberem salários bem superiores aos seus irmãos que labutam nas ruas onde abunda a criminalidade. As corregedorias PMs prometem providências imediatas mas parece que de nada adiantou a ameaça de represálias. Os PMs do Brasil garantem que a greve será levada às últimas conseqüências e que a classe, depois desse ato, com certeza, será levada a sério pelos governos estaduais e pelo governo federal. Um adendo, policiais do DF não aderiram. Como se sabe, os policiais do DF ganham os melhores salários da Federação. Moram em casas de alvenaria, possuem veículos particulares, muitos possuem casas de veraneio e em sua maioria, curtem suas folgas com a família. Seus filhos estudam em escolas particulares e não são obrigados a se curvarem ante o crime organizado. Esperamos por maiores detalhes a qualquer momento. Feliz 2010 aos PMs que ainda sonham com a tal PEC 300.

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.