terça-feira, 3 de novembro de 2009

Falando de Segurança Pública









Comentário: Desabafo de um Policial Militar
Estamos atravessando um período crítico na segurança pública do nosso Estado, período em que os reflexos da má gestão estão cada dia mais evidente. Vejo policiais tombando todos os dias, vítimas da falta de investimento, da falta de treinamento, da falta de equipamentos de segurança, da falta de segurança e até mesmo de valorização profissional.
A falta de efetivo é outro problema grave, desde 2002 não temos a incorporação de novos policiais militares, o déficit é coberto com a sobrecarga daqueles que ainda tem saúde pra enfrentar o crime e tentar trazer segurança para a nossa sociedade.
Nesse trabalho árduo: Carnaval, Expoacre, Expojurua, Festival do Açaí, Festival do Mandin, Festival da Melancia e tantos outros, enquanto está cuidando da segurança de estranhos deixa a sua própria família entregue à própria sorte.
Vejo nesses dois casos fatais a demonstração clara do desrespeito com que os nossos governantes e comandantes tratam os Policiais Militares. O desrespeito para com essa categoria de servidores que está pagando com a própria vida a conta dos desmandos e da falta de uma política séria de segurança pública no nosso Acre.
Só prá deixar ainda mais claro essa falta de respeito e consideração, basta lembrar das diversas notas publicadas pelo governo quando ocorre o falecimento de um servidor qualquer. Isso não se repete com os nossos Policiais Militares que morreram cumprindo o juramento de defender a sociedade.
Aqui em Cruzeiro do Sul, após o enterro do Sargento Francisnato, outro fato me deixou ainda mais deprimido. Fiquei sabendo que nem mesmo o caixão, que é um direito do Policial Militar, estão querendo pagar. Francisnato não pediu pra falecer, mais morreu em razão de ser Policial Militar e estar de serviço. Seu enterro custou dois mil e quinhentos reais e a nossa POLICLINICA, depois de muita luta só vai mandar mil reais.
A família que já perdeu um ente querido ainda vai ter que pagar por isso. Como fica a Viúva e os seus três filhos órfãos?
Sem direito a uma simples nota de condolência, sem treinamento, sem equipamento, sem efetivo e ainda pagando pra morrer. Essa é a triste realidade dos Policiais Militares do Acre.
Peço desculpas pelo desabafo, mais as vezes as coisas tem que ser ditas com o coração.
Deus abençoe, proteja e guarde a vida dos meus irmãos Policiais Militares.
Se for possível gostaria de ver o meu comentário publicado.
Cruzeiro do Sul-AC, 3 de novembro de 2009.

7 comentários:

  1. Cara...chocante... trabalhei com o Francisnato em CZS.. Um cara exemplar, que amava ser um Policial.. Depois dessa matéria...a farda me deu nojo... quero que ela seja um andaime pra que eu possa pular fora...pois a politicagem imunda a corrompeu.. Vi hj o governador chegar de suas viagens no aeroporto... rindo a toa... segurança armada em volta... carros...viagens por conta dos nossos bolsos.. enquanto isso ele nem pra lançar uma nota em favor dos guerreiros que perderam a vida em prol da sociedade.. Binho, PT e cambada... tenho nojo de vocês!!!

    ResponderExcluir
  2. QUEM SEREI ? SOU PM - SOU BOMBEIRO - SOU INFANTE disse...SENHORES SECRETÁRIOS DE COISA NENHUMA;

    ARMA DE GROSSO CALIBRE É LANÇA-ROJÃO . (Bazuca é o nome popularizado para o lança-rojão, uma arma anti-tanque em forma de tubo. O termo Bazuca é derivado do inglês "Bazooka

    ARMA DE GROSSO CALIBRE É UM OBUS. (O obus é uma peça de artilharia por excelência, parecido com um canhão. Entretanto, um canhão destina-se a realizar fogo direto, ou seja, apontado diretamente para um alvo, enquanto o obus dispara em trajetórias parabólicas, também chamadas oblíquas. A finalidade de um canhão é atingir um alvo específico, enquanto a de um obus é, no jargão militar, "bater área", ou seja, bombardear uma área com salvas seguidas que caem em pontos próximos, mas não exatamente no mesmo ponto. Isso é o que se chama "saturação de área". Quando se vê noticiários sobre guerras na televisão e a artilharia disparando apontada para cima, provavelmente essas armas são obuses.)
    ARMA DE GROSSO CALIBRE É CANHÃO.

    UM FUZÍL É ARMA "PORTÁTIL".
    UMA ARMA DE REPETIÇÃO CALIBRE 12 É ARMA "PORTÁTIL"
    UMA PISTOLA AUTOMÁTICA CALIBRE "PONTO 40" É "ARMA PORTÁTIL"

    HELICÓPTERO COLORIDO PARA PROCURAR PESSOAS NA SELVA, É APENAS PARA QUEIMAR QUEROSENE DE AVIAÇÃO E APARECER NA MÍDIA, A INFANTARIA É QUEM SABE DA PARADA, PORÉM, SEM ARMAS PORTÁTEIS, SEM DIÁRIAS, SEM UNIFORMES, SEM VIATURAS, DE BICICLETAS NA SELVA AMAZÔNICA......NEM MESMO O SENHOR "JOHN RAMBO" FARÁ SEU TRABALHO.
    A SUGESTÃO É: CAMPANAR COLONIAS DA REGIÃO, CACHORROS FAREJADORES SÃO BEM-VINDOS, BOMBAS DE EFEITO MORAL DE 30 EM 30 MINUTOS SÃO VERDADEIRA TORTURA PSICOLÓGICA, A FOME E O FRIO FARÃO COM QUE OS ASSALTANTES DE BANCO SAIAM DA FLORESTA.
    OUTRA SUGESTÃO É ENVIAR O COMANDANTE GERAL, SUB, TODOS OS OFICIAIS INTERNOS, SEM EXCEÇÃO, TODOS SEM O COLETE DE KEVLAR, COM ESPINGARDAS DE CHUMBINHO, SEM DIÁRIAS, SEM FARDAMENTO, SEM AUTO-ESTIMA, SEM DINHEIRO NO BOLSO, BLÁ, BLÁ, BLÁ E ETC.
    ASSIM TALVEZ CONSIGAM " SATURAR A ÁREA " !

    ResponderExcluir
  3. Vergonhoso, o que vemos acontecer diuturanemnte em nosso estado, sendo sempre nescessario alguem pagar com sua propria vida, para que se tome providencias.
    POr que só agora, depois de não termos se que o direito de interrar nosso irmão.
    Se o Governador e a secretaria e o Cmt Geral são tão compromissado com a segurança pq eles não tiram as centenas de Pms a disposiação de Juizes, desembargadores, deputados etc...
    Ops, voltei a sonhar denovo.

    ResponderExcluir
  4. Capitão morrimento da pmac (nascimento)4 de novembro de 2009 07:08

    Mandem os capitães MORRIMENTO para capturarem os assaltantes assassinos de PMs.

    ResponderExcluir
  5. CAPITÃO MORRIMENTO DO ACRE4 de novembro de 2009 07:20

    À direção da associação;

    PONHAM NOTAS DE PESAR, CRÕNICAS, COMENTÁRIOS DOS COLEGAS DESTE BLOG EM EMISSORAS DE TV SIMPATIZANTES DA CAUSA PM E BOMBEIRO. PONHAM NOTAS DE ESCLARECIMENTO SOBRE O ATUAL DESENROLAR DOS FATOS ACONTECIDOS TANTO EM CRUZEIRO DO SUL QUANTO NA BALSA DO PURUS, DEVEMOS ENTUPIR A POPULAÇÃO COM NOTÍCIAS PERTINENTES AOS ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS, TUDO ISSO NAS RÁDIOS E EMISSORAS DE TELEVISÃO E DE HORA EM HORA.
    É OPORTUNA, NECESSÁRIA E URGENTE CHAMAR TODA A POPULAÇÃO ÀS RUAS E ORDENADAMENTE E SENDO O MAIS DIRETO POSSÍVEL, EXPLICAR DE UMA VEZ POR TODAS A REAL E TRISTE SITUAÇÃO DOS POLICIAIS E BOMBEIROS HONESTOS DO ESTADO DO ACRE.

    CAPITÃO MORRIMENTO

    ResponderExcluir
  6. O que fico mais triste como policial é ver um comadante dessa policia defedendo o governo num momento critico desses, dizendo que ele nos dar apoio em tudo logistica e valorização profissional, esse nosso comadante e um brincalhão, nem mesmo dos policiais que morreram ele se pronuncia nas suas entrevistas, me dá nojo de ser da PM

    ResponderExcluir
  7. Secretá ria de Insegurança, Comandante Ceará e sub de araque vcs são cânceres da Segurança Pública

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.