terça-feira, 17 de novembro de 2009

PEC 300 é votada nesta terça

A Proposta de Emenda Constitucional de número 300, ou PEC 300, será votada pela comissão especial da Câmara Federal nesta terça-feira, a partir das 12 horas, horário do Acre.
Entre os parlamentares que apóiam a proposta, a expectativa é positiva. No Acre, alguns deputados federais já se manifestaram a favor, entre eles estão Ilderlei Cordeiro e Perpetua Almeida.
O deputado federal e relator da PEC 300, Major Fábio (DEM-PB), apresentou substitutivo que prevê piso salarial de R$ 4,5 mil para policiais e bombeiros militares. A idéia é evitar a vinculação direta desse piso com os salários dos policiais e bombeiros do Distrito Federal, o que estava previsto no texto original da PEC. Para o relator, essa vinculação é inconstitucional. Depois de passar pela comissão, a PEC ainda precisará ser votada pelo Plenário, mas se aprovada hoje, diversas etapas entre comissões e sub-comissões serão evitadas.
As entidades representativas dos militares de todo o Brasil estão se mobilizando para pressionar as votações. Do Acre, sargento Ribeiro, presidente interino da Ameac, viajou na madrugada desta terça-feira, dia 17, com destino à Brasília onde se encontrará com lideranças militares de todo o Brasil. Em alguns Estados, ônibus foram fretados com destino à capital federal.
Matéria produzida pela Ameac com apoio da jornalista Paula Costa.

8 comentários:

  1. Agora vai!!!
    Gostariamos de mais informações a respeito do texto da comissão!!!
    Já que parece que o relator mudou as partes principais, mas queremos mesmo assim, o que nos importa é a valorização salarial!!! PEC 300, 308 e 340 JÁ!!!

    ResponderExcluir
  2. Senhor Presidente da República, quando o Excelentíssimo Senhor falou em entrevista para os jornais que os estados não tinham condições de pagar aquílo que Brasília paga, ou o senhor estar se fazendo de B... ou estar-se fazendo de que não sabe de nada ou o Excelentíssimo Senhor não é bem assessorado pelos seus apaziguados, pois bem, o Governo federal - estou aquí fazendo de assessor, pois o senhor não tem isso - entra com uma parte de ajuda aos estados. Senhor Presidente, pelo amor de Deus... Dê às contas desse seu pessoal e inclua o senhor também. Mais deixa pra lá, em 2010 a gente lhe dá as contas, ok? PTrupto, FORA!!! PTcóptero, também!!!

    ResponderExcluir
  3. mais uma etapa vencida.a PEC FOI APROVADA PELA COMISSÃO ESPECIAL agora vamos ao plenario
    com fé e participação.a todos os pms e bms participem com seus imail aos deputados isso faz muita diferença.PEC 300 EU ACREDITO

    ResponderExcluir
  4. Comissão da Câmara aprova piso salarial de R$ 4.500 para PMs e bombeiros; votação continua amanhã.
    Comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou há pouco a proposta de emenda à Constituição (PEC) 300/08, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que determina piso salarial nacional de R$ 4.500 para policiais militares e bombeiros.

    O texto original também equipara os salários dessa categoria em todo o país com o dos PMs e bombeiros do DF. No entanto, o relator da proposta, deputado Major Fábio (DEM-PB), retirou esse dispositivo por considerar que a Constituição veda a equiparação salarial.

    A comissão se reunirá novamente amanhã (18) para votar três destaques ao texto aprovado. Dois foram apresentados pelo autor da PEC, Faria de Sá, retirando do texto a determinação do piso de R$ 4.500 e restabelecendo a equiparação salarial com os bombeiros e policiais militares do Distrito Federal. Ou seja, volta ao texto original.

    O terceiro destaque foi apresentado pelo deputado Francisco Tenório (PMN-AL) e inclui os policiais civis nos benefícios aprovados.

    A reunião da comissão especial encerrou-se há pouco devido ao início da ordem do dia do plenário da Casa. do UOL Notícias

    ResponderExcluir
  5. Com ou sem texto original, nós vamos encher as caixas postais de nossos deputados até conseguir a aprovação desta emanda constitucional.
    Eu Acredito, com fé em Deus ela será aprovado em plenário!!!
    PEC'S 300, 308 E 340 JÁ!!!

    ResponderExcluir
  6. Comissão especial aprovou há pouco a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300/08, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que determina piso salarial nacional de R$ 4,5 mil para policiais militares (PM) e bombeiros. Também foi definido um segundo piso para o primeiro posto de oficial - 2º tenente - no valor de R$ 9 mil.
    Site: www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=142998

    ResponderExcluir
  7. Graças a Deus mais uma etapa foi aprovada,espero que continue sendo aprovada as outras etapas que faltam.

    ResponderExcluir
  8. gostaria de saber se esse abono, privilegia tbm os inativos

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.