terça-feira, 29 de março de 2011

Reunião estranha no QCG da PM


Oficiais se reúnem com a AME/AC e Aprabmac para definir início da negociação com o governo

Uma reunião inesperada aconteceu na manhã de hoje, dia 29, no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar. Entre os participantes estavam oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros, além do presidente da AME/AC, Natalício Braga, e do presidente da Associação das Praças do Corpo de Bombeiros do Acre (Aprabmac), sargento Jusciner.
A pauta da reunião era apresentação da proposta salarial confeccionada pelo coronel Rodrigues, ex-comandante da PMAC, e de Natalício Braga. Similar à tabela apresentada pelo soldado Willians Fontinele na Assembléia Geral de Rio Branco, a proposta prevê aumentos parcelados ao longo de dois ou três anos, até atingir os R$ 3.500 reais.
“Quero deixar bem claro que não firmei nenhum compromisso na reunião a respeito de assumir a proposta apresentada. Indaguei sobre o fato de não terem chamado as representações e a resposta foi a de que estaríamos realizando uma reunião amanhã”, disse Jusciner.
A tabela exposta na reunião, de fato, não chega a desrespeitar o que ficou determinado na Assembléia de Rio Branco, o que causa estranheza é a forma como aconteceu a reunião. Primeiro não chamaram os clubes nem o major Rocha, segundo, a AME agora quer entrar no processo de negociação.
De acordo com um dos participantes da mesa, a intenção é retirar o deputado Rocha  da negociação.
“Se os clubes consentirem e virem que é melhor para a categoria, eu saio, mas sempre estarei atento ao que está acontecendo. Agora se eu perceber que é armação, palhaçada do governo e da AME, convocarei os militares para queimar etapas e partiremos para greve. Chega de desrespeitarem os militares, ninguém agüenta mais molecagem”, afirmou o deputado tucano.

Reunião

Amanhã, às 15 horas acontece uma reunião entre os clubes e as associações. O local será a sede da Associação dos Militares estaduais do Acre (AME/AC). Os presidentes prometem dar um ponto final na história.
“Não me oponho à entrada da AME na negociação, pelo contrário, enviamos vários documentos para que ela participasse das assembléias e ela nunca deu resposta. É estranho que depois de tanto tempo ela venha agora querer participar das atividades de negociação. Se ela defender os militares, está tudo bem, mas se for defender os interesses do governo, o negócio não vai prestar”, disse Rocha.

16 comentários:

  1. ISSO É GOVERNO OU É "" CASAS BAHIA "" ?
    PARCELADO ?
    EM 2 OU 3 ANOS ?
    EM 3 ANOS, R$ 3.500,00 VALERÃO R$ 500,00 !
    AFANARAM O RISCO DE VIDA DOS INATIVOS POR 5 ANOS E "" PARCELARAM "" EM 300 PRESTAÇÕES MENSAIS.
    CRIMINOSOS.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de dizer que a proposta do SD Fontinele foi muito concreta e concordo com aquela planilha apresentada (deixar bem claro que a idéia é dele). O Fontenele é dos nossos e está com a comissão que nos representa.
    Major se o governo quiser dar esse aumento de R$ 3.500 vamos receber, desde que ela seja real. Se o Praga, Moisés Diniz, CMTs geral, Carioca e etc. quiserem aparecer como "Pai" da proposta, deixemos eles satisfazerem os seus egos, o importante é o aumento. Porém Major Rocha e comissão que nos representa, eu como todos aqueles que estavam no Armando Nogueira sempre saberemos reconhecer quem são os verdadeiros PAIS dessa criança (aumento), sabemos que tudo isso está acontecendo pq temos representantes como vcs(Major e comissão)que estão do nosso lado. Hj se o governo me desse um salário de R$ 10.000, sabem a quem eu seria grato? Não tenham dúvidas, A VOCÊS. Quanto ao Fontenele, parabéns parceiro pela brilhante esplanação no Armando Nogueira, abraço do seu parceiro velho do 2º PEL de 2002.

    ResponderExcluir
  3. O Modus operandis é o mesmo discurso, é a mesma estratégia governamental - não tem recursos, o Estado é pobre,é a Lei de Responsabilidade - enfim, para com isso!

    ResponderExcluir
  4. Bombeiro é mal: MALtratado e chamado de rato por alguém menos que catita...29 de março de 2011 15:03

    Isso já tinha sido previsto pelos integrantes da Comissão que organizou a Assembléia-Geral. O Governo vai querer usar a AME/AC para fazê-la pai da criança (reposição de alguma perca salarial). Mas a comissão é formada por pessoas comprometidas com a categoria, o que importa é o bem conquistado, não importa como... Parabéns ao SGT Jusciner, pois foi ele quem convenceu na marra e a muito contragosto o Praga (ou Ratalício Praga) a se reunir com as associações e o Major Rocha amanhã à tarde, na AME AC (que é patrimônio da categoria militar estadual).

    ResponderExcluir
  5. Existe algo que criamos aqui que nem o governo, nem a AME dos ratos, nem cmts gerais podem destruir: a confiança necessária entre a tropa, o Deputado Major Rocha e a Comissão!
    Independente do que vier a acontecer estamos preparados, Deputado!
    Vc, Deputado Rocha, é um homem que enxerga além-muro!
    Não importa que a AME/governo entre na negociação agora! Na hora certa vamos descartá-los como se fossem lama em nossos coturnos!
    Como disse o grande "Fraqueza", nós sabemos quem são os responsáveis pela nossa UNIÃO!
    Nunca tenham dúvida disso!
    SEM RECUAR, SEM CAIR, SEM TEMER: JUNTOS SOMOS FORTES!!!

    ResponderExcluir
  6. Preso no Mato Grosso suspeito de matar o Sargento Mazinho na balsa do Purus.


    http://www.sena24horas.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=268:preso-no-mato-grosso-suspeito-de-matar-policial-mazinho-&catid=1:sena&Itemid=2


    Para aqueles que pensavam quea "ONÇA" tinha comido, essa "ONÇA" não sentiu nem o cheiro.

    ResponderExcluir
  7. huuurrrrruuuuuuuuuu greve, greve, greve, greve, greve...vamos ver o circo pegar fogo, a população amedrontada a merce dos vagabundos e o melhor o governo do PT queimado em todo o Brasil pelo resto da vida. kkkkkkkkk
    GREVE GREVE GREVE IIIUUU HUUUU HUUUU...HUUURRRRUUUUUUU
    sd Anselmo

    ResponderExcluir
  8. Peço a todos os presidentes de associaçãoes da PMAC e Corpo de Bombeiros que não aceitem essa proposta de parcelamento, pois o que ganhamos já não é grande coisa e quando atingirmos esses 3.500,00 a inflação já terá levado todo o nosso ganho. Vamos lutar pelo aumento para agora e se for pouco ano que vem queremos mais. Vamos arrochar e pronto.

    ResponderExcluir
  9. Acredito que vale a pena levar duas alternativas para o governo: 1ª conceder os valores da proposta feita por nossa verdadeira comissão, a 2ª tirar todas as vantagens pagas para cargos de confiança, secretários (colocar funcionários efetivos e continuar ganhando seus vencimentos normais), deixar de pagar qualquer vantagem a mais para cargos como os DAS da vida, deixar de pagas pensões para ex-governadores, etc. Estão no poder mesmo podem criar leis para assim o fazer.

    ResponderExcluir
  10. o sr. sgt braga,não nos representa,ele continue onde está sem que ninguem o veja ,assim é melhor,paralização já ,vamos para um confronto,parece que isso vai ser inevitavel

    ResponderExcluir
  11. Maj Rocha! pelo o amor de DEUS não saia das negociações, porque é isso que o Governo quer, vai comprar o BRAGA mais uma vez e nós vamos ficar aqui chupando o dedo,essas reuniões as escondidas sem a presença do Deputado que elegemos pra nós representar é uma furada, o Governo vai querer comprar até o SATANAZ, quanto mais o Presidente da AME que ja é fregueis dele.
    (ñ saia das negociações)

    ResponderExcluir
  12. O governo, com intuito de tirar o Deputado ROCHA do foco das negociações está recorrendo a AME e a alguns Oficiais Superiores que apoiam os PTRALHAS. Eu já tinha comentado esse desejo (ou imposição) de Tião. Tudo bem! Desde que tome por base a planilha apresentada e aprovada na assembléia, admitindo-se, com bom senso, alguns ajustes sem perdas e que não se leve mais de um ano para se chegar ao piso de R$ 3.500,00. Sim! Vamos exigir a participação da comissão eleita na assembléia nas negociações.
    Vamos aguardar os acontecimentos e deixar o nosso Deputado de olho nessa turma.

    ResponderExcluir
  13. Rocha=Tropa UNIDA
    Rocha=Salário digno
    Rocha=Deputado Estadual de maior renome
    Rocha=Nosso futuro deputado federal
    Rocha=Nosso futuro governador
    Rocha=Vergonha no PT
    Rocha=Medo no PT
    Rocha=Libertação das classes oprimidas
    Rocha=Nova maneira de fazer política
    Rocha=Liberdade
    Rocha=Futuro

    ResponderExcluir
  14. Deputado Maj Rocha, abra um canal de comunição (tipo E-mail exclusivo) para que possamos enviar idéias de projetos a serem apresentados pelo senhor na ALEAC de forma que venha a beneficiar toda população acriana e elevar cada dia mais seu nome como representante dos policiais militares e demais categorias humilhadas por esse pTzinho.

    ResponderExcluir
  15. Bombeiro é Mal: MALdito para o Governo, MALtratado pelo Comando.30 de março de 2011 06:32

    Falou o Sr. Administrador postar no Blog que a APRABMAC, segundo informações colhidas deste leitor com o próprio presidente, foi convidada para a reunião menos de uma hora antes de ela iniciar. Ou seja, não é que o Governo/AME respeitam a APRABMAC, nem a APRABMAC é suserviente ao Governo, mas chamaram o Jusciner só para tentar sondar a Comissão e rachar a unidade. Mas o Presidente da APRABMAC não aceitou as imposições e solicitou que a RoubeAME recebesse toda as entidades militares em reunião pré-agendada.

    Não vamos semear a discórdia nem estimular desconfiança sem razões factíveis. Unir para fortalecer (lema dos AGEPENS). Consciência de classe sempre. E nunca aceitar reuniões relâmpagos para decidir nada.

    ResponderExcluir
  16. Os cidadãos acreanos são sempre bem-vindos neste blog!
    Contribuam com opiniões, críticas fundamentadas, sugestões, afinal, a PMAC e o CBMAC, pertencem à população e NÃO AO GOVERNO!
    Ajudem-nos a mobilizar a população do Estado em favor da causa dos PMs e BMs, que também é da sociedade!
    Se houver nossa manifestação por falta de inabilidade do governo, cidadãos acreanos, marchem conosco pelas ruas de Rio Branco para mostrarmos a dimensão da nossa indignação com o governo opressor e corrupto do pt, que usa falsamente o nome dos trabalhadores!

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.