terça-feira, 1 de março de 2011

Descaso


Comando da PM quase deixa corpo de sargento apodrecer em Cruzeiro do Sul por causa de 4 mil reais

Sargento Correia
Uma ação do comandante geral da PMAC, coronel José dos Reis Anastácio, deixou indignado vários policiais militares na manhã desta terça-feira, dia 01. De acordo com informações dos familiares do 3º sargento RR Francisco Barbosa Correia, que faleceu sob suspeita de ataque cardíaco, no dia 27 e não 28 como escrito na nota de pesar, o comando da PM teria se negado a pagar 4 mil reais referente a uma parte do preço do translado do corpo, que sairia de Cruzeiro do Sul para Rio Branco. Enquanto os ânimos se acirravam no interior do Quartel do Comando Geral (QCG), o corpo já estava entrando em sério estado de putrefação, o que poderia impedir a viajem por questões sanitárias.
O caixão teria custado 3 mil reais e o translado foi alçado em R$ 8 mil. O comando se comprometeu, através da policlínica, a pagar o caixão e dar mais 4 mil reais. O restante ficaria a encargo da família. Quando a esposa de Correia ouviu a proposta do comando, entrou em desespero por não ter condições de realizar o pagamento e desmaiou. Ela foi socorrida pelas pessoas que estavam em volta e conseguiu se recuperar horas depois.
“Era do interesse do comando que o militar fosse enterrado em Cruzeiro do Sul, assim a instituição poderia poupar recursos. Acontece que o sargento não tem nenhum familiar em Cruzeiro, todos moram em Rio Branco, por isso o desespero dos familiares”, afirmou um militar que se encontrava no gabinete do deputado Major Rocha.
No interior do Comando Geral, os familiares do sargento falecido estavam indignados com a situação. Em outro ponto, um grupo de militares se preparava para tomar satisfações com o comandante geral e pressionar, sob risco de cadeia, por uma decisão positiva da cúpula da PM.

A tribuna como instrumento de luta

Não tendo mais o que fazer, os familiares de Correia procuraram o gabinete do deputado Major Rocha ainda na manhã de hoje. O desespero ainda estava estampado no rosto de todos eles.
“Assim que tomei conhecimento do fato, entrei em contato com o comando. Disse que seria um prato cheio para a tribuna de quarta e quinta-feira na Assembléia Legislativa, foi quando eles pediram um tempo e, cerca de 30 minutos, me ligaram dizendo que estava tudo resolvido”, afirmou o deputado Major Rocha.

Denúncias no Blog

O Blog 4 de Maio estava com diversas mensagens dando conta do fato, um deles nos chamou a atenção.
Coronel Anastácio
“A questão não estava somente no pagamento do translado, não. O pessoal  discutia até o pagamento do embalsamamento do corpo, que custa 1.700 reais. Todos sabiam que o corpo estava entrando em estado de putrefação e ficavam discutindo besteiras, demonstrando uma falta de sensibilidade incrível. Saiu um evangélico, entrou um católico no comando e nada mudou no QCG”, afirmou um militar indignado.
Entramos em contato com a assessoria de imprensa da PM para saber mais informações a respeito do caso. De acordo com o militar que lá trabalha, o coronel Anastácio explicou o que aconteceu. Segundo o militar, Correia faleceu em um seringal do município de Porto Walter. O corpo teve que se transferido de barco envolto em uma rede até Cruzeiro do Sul. A putrefação seria resultado da demora do translado e não da omissão do comando.
Apesar da resposta, não foi explicado o motivo pelo qual o comando não queria realizar o pagamento integral dos custos do translado.
“Nós militares temos uma grande força, temos um mandado de deputado estadual. Sempre que alguém se sentir prejudicado deve nos procurar. Eu pessoalmente não permitiria que o corpo de Correia ficasse em Cruzeiro por culpa do comando, mas temos que obrigar a instituição a fazer o que é responsabilidade dela. Os militares não podem mais ficar calados, quando não puderem falar por causa do Regulamento Disciplinar, eu falo, me procurem. Temos que dar um basta nessa pouca vergonha, em fatos escandalosos como este no seio da PM. Correia trabalhou a vida inteira na PM, se aposentou há pouco tempo, e, quando precisou, a PM virou as costas. Isso é revoltante para os militares e humilhante para a família. Eu quero, junto com os militares, dar um basta nesse tipo de coisa”, desabafou major Rocha, indignado com o fato.

Foto Cel Anastácio: Contil.Net

14 comentários:

  1. Soldado da Universal1 de março de 2011 16:22

    É uma pena que coisas desse tipo ainda aconteçam na PM. Quer dizer que o que falou mais alto foi a ameaça do Major Rocha e não a sensibilidade do comandante? É por isso que acho que devemos mesmo dar uma basta nisso tudo. Parabéns ao major Rocha e meus pêsames à familia do sargento.

    ResponderExcluir
  2. Cadê a pessoa dos direitos humanos para falar de casos como esse? O que aconteceu não é um caso para essa galera sair da sala com ar-condicionado e trabalhar um pouco em favor dos policais militares? É por isso que detestamos ouvir falar em Direitos Humanos. Nos cursos tem vários instrutores, na maioria oficial, pedindo para levar em conta o tal Direitos Humanos, mas na verdade, na prática da caserna é humilhação pra gente. Como podemos respeitar os direitos dos cidadãos comuns se na nossa instituição somos desrespeitados assim? Essa última pergunta eu respondo: por somos pessoas honestas, honramos a farda que vestimos. Nobre sargento Correia, que Deus lhe acompanhe em sua nova vida.

    ResponderExcluir
  3. SD Sociólogo - 1º BPM1 de março de 2011 16:35

    São coisas como essas que nos envergonhamos. O está sendo acusado de superfaturamente de obras da BR 364, da compra do JorgeCoptero, e na PM o pessoal do comando ficam sacaneando os familiares de uma falecido. Não basta a dor que os familiares estão sentindo coronel Anastácio? O sem te colaborar para aumentar ainda mais o sofrimento? Entrei na PM e vou lutar para sair dela através de um concurso que me leva para uma instutuição que respeite seus servidores, aqui na PM eu não vejo isso.

    ResponderExcluir
  4. SAI COMANDO ENTRA COMANDO E NADA VAI MUDAR MESMO,O COMANDO É UM CARGO DE CONFIANÇA DO GOVERNO E NAO DOS MILITARES. O QUE O COMANDANTE FEZ DEVE SER COLOCADO NA CONTA DO GOVERNO TAMBÉM, ELE SEGUE ORDENS.
    AGORA PESSOAL, A GENTE SE LASCA, SE FODE DE TRABALHAR E QUANDO SE PRECISA ESSES "PESSOAL" ELES NÃO ESTÃO NEM AI PRA GENTE. QUERIA FALAR UM PALAVRÃO COM ESSE COMANDO, MAS NÃO DÁ SE NÃO SEREI CENSURADO. COMANDO DE "M", COMANDO DE "P", COMANDO DE "F". É BOM CRIAR VERGONHA E PASSAR A RESPEITAR MAIS A GENTE.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Sr. Comandante! Conseguiu acirrar os animo de toda corporação. Um cidadão que trata bem o erário público, é louvável. Um miserável para com o seu próximo, é ridículo e inaceitável. O Sr. quis dar um exemplo em lugar e hora errada. E se o necessitado fosse o senhor? Isso pode acontecer! E ai, como ficaria sua familia???

    ResponderExcluir
  6. Bombeiro Carlos Fonseca1 de março de 2011 20:15

    Esta é a tática terrorista pura e simplesmente.
    Ao invés de o "COMANDO" tomar rapidinho as providências cabíveis e urgentes, primeiro esculacham uma familia inteira que já está desorientada e fragilizada, aí sim, só depois de telefonarem para o papagaio da empregada da sogra da cunhada do pai de não sei quem é que UFA, tragam o corpo do colega de farda falecido distante por 800 km da Capital.
    Eu pessoalmente sei o que esta familia está passando e ainda vai passar, afinal, eu tive mais sorte, pois ""QUASE"" morri em Cruzeiro do Sul, à serviço da corporação e somente 8 anos depois o meu sofrimento terminou.
    Estou vivo e escrevendo estas linhas.
    Será ?!
    Mais uma vez, meus sinceros pêsames à familia, parentes e amigos civis e militares.
    Um grande abraço ao camarada CORREIA onde quer que você esteja.
    Os bons morrem jovens.

    ResponderExcluir
  7. falar de humanização, policia cidadã, direitos humanos,é pura bosta, quando morremos para esses humanóides somos de menor valor.Comadante queremos respeito e dignidade, será que nem isso o Sr. pode nós dar...se fosse um parente seu não ficaria duas horas esperando translado.

    ResponderExcluir
  8. Eu fico muito triste com esse tipo de situação. Prestem atenção:Nós representamos o estado,e é dessa forma que somos tratados!É humilhante,ném depois de morto nós somos respeitados.É porisso que eu vivo falando para os meus colegas,vamos criar nossa própria conta, para que no dia em que a gente precisar,vamos ter dinheiro em caixa para suprir as nossas necessidades.Esperar pelo estado é pura fria!!! QUE DEUS TE GUARDE EM UM BOM LUGAR SGT,E CONFORTE SUA FAMÍLIA.


    SGT DA PAZ.

    ResponderExcluir
  9. Esqueci de falar dos "DIREITOS HUMANOS".Como muitas instituições, os direitos humanos só serve pra defender vagabundo e acusar policiais por que dessa forma causa manchetes e eles aparecem.Isso é, uma vergonha!



    SGT DA PAZ.

    ResponderExcluir
  10. quando acontece algo que vai a emprensa,sempre vem o cmt geral,fazer uma formatura e falar que temos que lavar a roupa suja em casa,hora é brincar com a nossa inteligencia,não temos direito a nada,nem somos perguntados sobre coisa alguma,jamais essa roupa poderá ser lavada em casa,POREM HOJE TENHO VERGONHA DE COMO DEIXA A DESEJAR A POLICIA MILITAR ,ONDE NOSSOS OFICIAIS SÓ PENSAM EM SÍ SÓ,E INSTITUIÇÃO ESTÁ FALIDA,DEPOIS DE ANOS PRESTADOS A SOCIEDADE,NÃO SE GOSA MUITO DEPOIS DISSO,QUASE TODO POLICIAL MILITAR MORRE CEDO,POR PROBLEMAS ADQUIRIDOS AOS ANOS DE SERVIÇO,UM DIA HAVERA UM CAOS NESSA PM,E NÃO ESTÁ LONGE.

    ResponderExcluir
  11. anastácio=célio=governo!
    E então amigos, a PM é ou não é uma "família"???
    Tenho muito orgulho de ter votado no Rocha e ter pedido votos pra ele!
    Valeu Deputado!
    Pêsames à família enlutada.
    Desprezo o governo petista e seus capachos coronelizados...

    ResponderExcluir
  12. O comando geral da PM é cargo de confiança do Governo, CARGO DE CONFIANÇA DOS MILITARES É DEPUTADO MAJOR ROCHA! Parabéns pela postura Major nessa hora de tristeza para todos os militares.

    ResponderExcluir
  13. ESSA policia militar,COM LETRAS MENUSCULAS QUE É HOJE,SÓ IRÁ MELHORAR QUANDO FIZERMOS ALGO GRANDE,UMA GREVE GERAL ONDE,VÃO SENTIR A NOSSA IMPORTANCIA,TEM QUE SER LOGO PESSOAL,PREPAREM O ESPIRITO,POIS SERÁ INEVITAVEL,TEMOS QUE SER TRATADOS COMO SERVIDOR PUBLICO,NÃO É ISSO QUE TANTO PREGAM NAS OPMS?,TEMOS QUE MUDAR ALGUMAS LEIS,SE NÃO VAMOS SER ESCRAVOS ETERNAMENTES,É UMA VERGONHA NOSSAS DEPENDENCIAS SÃO AS PIORES DO SETOR PUBLICO,OS BANHEIROS NEM SE FALA,VAMOS SER OBRIGADOS A TOMAR UMA DECISÃO,E NÃO ESTÁ LONGE.

    ResponderExcluir
  14. Bombeiro Carlos Fonseca3 de março de 2011 12:21

    Quanto desgosto!
    Pobres espíritos zombeteiros, rindo do sofrimento dos militares.
    Luz.

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.