segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Desabafo de uma mulher defensora de policiais


Por Adriana Borgo- Presidente da AFAPESP

Queridos amigos,
Diante das imagens acima, não consigo expressar muitas palavras. Minha alma dói e meu coração chora pela perda do Cléber e pela dor da família dele diante do ocorrido.
Hoje, em reunião, os oficiais receberam ordens expressas do Comando Geral de São Paulo,Cel. Camilo, que é também presidente do Conselho Geral de Comandantes de Policia e Bombeiros do Brasil, que está PROIBIDO qualquer acompanhamento a veículos suspeitos e pior, está PROIBIDO O USO DE ARMA DE FOGO, EM DISPARO CONTRA QUALQUER MARGINAL MESMO QUE O ELEMENTO DISPARE CONTRA A GUARNIÇÃO, OU SEJA, VOCÊ POLICIAL, DEVE MORRER QUIETINHO, SEM ATIRAR,ENTENDEU?
 Juro por Deus, que se eu pudesse eu substituiria por um dia apenas, o SD Cléber e tudo o que ele passou, sua dor, sua agonia, sua pele queimando viva, sem poder contar com a Policia que um dia ele jurou servir com o sacrifício da própria vida, pelo Sr, ILMO SR. COMANDANTE! Assistiria de camarote sua esposa desesperada, seus filhos sem pai e seus pais já secos de alma, por tanto sentir pela sua vida.
Quem sabe, quando o Sr. retornasse, poderíamos contar com um homem HUMANO,JUSTO E SEM DEMAGOGIAS!
QUAL é a do Sr, hein?É candidato a algum cargo político, tem acordo com algum lado diferente do que o nosso ou seria apenas incompetência mesmo?
Hoje, diante das babozeiras que o Sr. pregou aos seus oficiais, acredito que és um pouco de tudo isso.
Seu slogan é muito bonito:"Conte sempre com o COMANDO"...QUANDO?
No enterro quando os meus amigos... simmmmm, por que são meus amigos, forem trocados por uma bandeira gélida?
Quando foi que eu o vi brigando por salário digno, por direitos destes homens e mulheres que são ANJOS em defesa da vida? Quando foi que te vi cobrando do Governo um salário justo(ah esqueci que seu cargo é de confiança,né) Sabe...eles, os policiais, aqueles que o Sr. quer que morram sem reagir, apenas esperam, a consideração dos seus superiores e uma aposentadoria digna (mesmo que a maioria termine sua carreira com doenças irreversíveis), uma vez que a sociedade, por culpa de todos vocês que chegam ao topo e se esquecem da tropa, aprendeu a denigrir, mesmo sempre clamando pela a ajuda de  um merda de um policial, porque é assim que eles se sentem,sabia?NOSSOS POLICIAIS SE SENTEM UMA TITICA!
Pois eu lhe digo que, enquanto eu puder clamar pela valorização desses homens escolhidos por Deus por serem nossos protetores,farei e mais, direi a quantos eu puder: "ATIREM SIM!! MATEM SIM!SE DEFENDAM SIM!" ELES SR, COMANDANTE, JÁ NÃO PODEM CONTAR COM O DISTINTO DIREITOS HUMANOS PORQUE SÃO BICHOS, TRUCULENTOS E MAL PREPARADOS,NÃO É MESMO? AGORA DEVEM RECEBER TIROS E ESPERAREM QUE O PODEROSO COLETE OS SALVE?
Mais eu garanto, que os pais do Cléber, adorariam poder ir aos domingos visitar seu filho no Romão Gomes, porque ao menos, poderiam pegar em suas mãos, beijar seu rosto e ver o sorriso lindo que seus lábios exibia e mais, poderiam ouvir sua voz dizendo o quanto ele amava ser um POLICIAL mesmo que isso viesse custar sua vida, desde que em defesa de outra e não, oferecida aos bandidos por ser um POLICIAL.
Cadê a mídia? [...]Não vi nada né... Já se esqueceram, a final de contas, era só um Policial e sua estatística de bonzinho, de comandante perfeito, não foi abalada. ÁHHHHH se fosse o contrário.
Paro por aqui, porque minhas lágrimas já encharcaram meu PC e eu me transportei ao lugar do Cléber em cada palavra que escrevi.
Por favor, Comandante! Até quando vamos assistir o massacre da segurança pública?Até quando se vai investir em tudo menos no SER HUMANO POLICIAL?
Um dia, no juízo final acreditando ou não, todos aqueles que foram omissos nesta causa e todos aqueles que tiveram sua chance e não o fizeram em defesa destes valorosos homens, serão julgados e condenados por cada vida e por cada gota de sangue derramado, destes POLICIAIS, que são incontáveis e, esta é a minha esperança, porque a justiça de DEUS não falha e eu tenho certeza, de que lá no céu onde estão grande parte destes heróis, eu ao lado deles, um dia assistiremos o julgamento dos culpados  donos temporários do poder, que nada fizeram, se acovardaram por de trás de algo chamado POLITICA e POLITICAGEM.
Quantos mais precisam morrer?Enquanto isso, sigo aqui, as vezes solitária, lutando, defendendo,tendo muito motivos pra desistir deste ideal de defender os Policiais, mais o dobro de outros, pra acreditar que juntos somos fortes e que em breve, mais do que o comando possa imaginar, haverá uma guinada,haverá uma conscientização em massa, haverá a tão sonhada unificação onde as estrelas cairão, só sobraram homens, que eu espero então, que nesta triagem fiquem apenas, os humanos.
Deixo aqui meu repúdio a suas palavras mal ditas e a promessa de que, farei tudo o que puder, para incentivar cada policial que eu cruzar, a se valorizar, a pensar primeiro em sí e na sua família e a exercer sim, a função pela qual foram eleitos e juraram:"servir e proteger", a nós, e principalmente, a eles próprios!
FORA A DEMAGOGIA!FORA A POLITICAGEM! FORA A BABAQUISSE!
VIVA OS POLICIAIS DO NOSSO BRASIL!

ADRIANA BORGO- PRESIDENTE DA AFAPESP
 

Sd pm Cleber, vitima de roubo, por aqueles que devem ficar vivos segundo a nova filosofia, foi identificado como policial, e por esse motivo foi seqüestrado e foi queimado vivo.

Observação: Nós do Blog 4 de Maio, não publicamos as fotos do corpo de Cleber carbonizado por questões éticas e por serem chocantes. O texto é dramático porque a situação é dramática e nos leva a refletir sobre os perigos inerentes a nossa profissão.






Alguém que se denomina Direitos Humanos (direitoshumanos.ac@gmail.com)  nos escreveu o seguinte texto na tarde de hoje, 28.02.2011:

A respeito da matéria posta no blog o ( Desabafo de uma mulher defensora de policiais )

Os militares sempre interpretando mal.
Uma outra questão e que a portaria fui posta pala secretaria especial de direitos humanos da presidência da republica e ministério da justiça, mais por consequência da própria atividade desastrosa da policia brasileira.
Prefiro ficar do lado das vitimas da atividade desastrosa da policia que eram inocentes.Quero que alguém me diga como si senti dentro de um carro com sua mulher, seus filhos, sua família, sendo abordado por policias apontando um fuzil em sua direção. Bem próximo da sua Cara, e em direção e seus filhos.
O péssimo desempenho da policia em suas atividades contribui para que sociedade tome medidas serias, e tambem se coloque em posição de defesa.

A barbárie e a alienação

Por Segura a Peteca



Penso muito e todos os dias e o tempo inteiro acerca da nossa situação enquanto policiais num país em que a corrupção, impunidade, falta de educação (formal e moral), geram barbáries cotidianas e o nível de “normalidade” social e político não se altera, seja no Acre, seja em São Paulo, no Rio de Janeiro ou em qualquer outro lugar do Brasil. Com a palavra o cidadão...
Que realidade diária é essa que nos salta aos olhos, nos choca “temporariamente”, mas que, ao mesmo tempo, nos impede enquanto cidadãos (nós policiais militares SOMOS cidadãos?), ou todo da sociedade a botar os seus “representantes” na parede e dizer a eles que OU fazem do país um lugar em que se respeite a Lei e a Vida OU haverá “ruptura política popular”, uma vez que TODOS OS DIAS nossos “representantes” provocam rupturas por ação ou omissão ? Com a resposta os árabes...
Como é que assistimos os cidadãos serem massacrados diariamente e nada acontece? Com a palavra os políticos...
Como é que a política de Direitos Humanos é conduzida de maneira visivelmente equivocada, protege minorias (me refiro aos criminosos, sem esse devaneio de “cidadão infrator”!) e sacrifica a maioria? Com a resposta os “ativistas” e os “juristas”... A sociedade se cala...
Como nós, policiais brasileiros, sofremos tanto com as medidas adotadas pelos políticos e não conseguimos falar uma linguagem única para fazer cessar os abusos diários que vão da falta de treinamento, estrutura policial adequada à modernidade até as portarias que dizem ao policial que ele não deve abrir fogo contra criminosos? Com a palavra... quem mesmo hein?!
O que é pior: a barbárie ou a alienação?
Como é que mais de um milhão de policiais (aposentados + ativa, de todas as forças) em todo o Brasil assistem DIARIAMENTE seus companheiros serem degolados, decapitados, queimados, executados a tiros, ficarem paraplégicos/tetraplégicos E NÃO FAZEM
N - A - D - A ?!
O que é pior: a barbárie ou a alienação?
Quantos Policiais Militares, Policiais Civis, Policiais Federais, Policiais Rodoviários Federais, Guardas Municipais, Policiais Ferroviários Federais, Bombeiros Militares e Agentes Penitenciários deverão morrer para encerrarmos a barbárie da NOSSA alienação?
O que é pior: a barbárie ou a alienação? 


10 comentários:

  1. Os militares sempre interpretando mal.
    Uma outra questão e que a portaria fui posta pala secretaria especial de direitos humanos da presidência da republica e ministério da justiça, mais por consequência da própria atividade desastrosa da policia brasileira.

    Prefiro ficar do lado das vitimas da atividade desastrosa da policia que eram inocentes.

    Quero que alguém me diga como si senti dentro de um carro com sua mulher, seus filhos, sua família, sendo abordado por policias apontando um fuzil em sua direção. Bem próximo da sua Cara, e em direção e seus filhos.
    O péssimo desempenho da policia em suas atividades contribui para que sociedade tome medidas serias, e tambem se coloque em posição de defesa.

    ResponderExcluir
  2. A barbárie e a alienação

    Penso muito e todos os dias e o tempo inteiro acerca da nossa situação enquanto policiais num país em que a corrupção, impunidade, falta de educação (formal e moral), geram barbáries cotidianas e o nível de “normalidade” social e político não se altera, seja no Acre, seja em São Paulo, no Rio de Janeiro ou em qualquer outro lugar do Brasil. Com a palavra o cidadão...
    Que realidade diária é essa que nos salta aos olhos, nos choca “temporariamente”, mas que, ao mesmo tempo, nos impede enquanto cidadãos (nós policiais militares SOMOS cidadãos?), ou todo da sociedade a botar os seus “representantes” na parede e dizer a eles que OU fazem do país um lugar em que se respeite a Lei e a Vida OU haverá “ruptura política popular”, uma vez que TODOS OS DIAS nossos “representantes” provocam rupturas por ação ou omissão ? Com a resposta os árabes...
    Como é que assistimos os cidadãos serem massacrados diariamente e nada acontece? Com a palavra os políticos...
    Como é que a política de Direitos Humanos é conduzida de maneira visivelmente equivocada, protege minorias (me refiro aos criminosos, sem esse devaneio de “cidadão infrator”!) e sacrifica a maioria? Com a resposta os “ativistas” e os “juristas”... A sociedade se cala...
    Como nós, policiais brasileiros, sofremos tanto com as medidas adotadas pelos políticos e não conseguimos falar uma linguagem única para fazer cessar os abusos diários que vão da falta de treinamento, estrutura policial adequada à modernidade até as portarias que dizem ao policial que ele não deve abrir fogo contra criminosos? Com a palavra... quem mesmo hein?!
    O que é pior: a barbárie ou a alienação?
    Como é que mais de um milhão de policiais (aposentados + ativa, de todas as forças) em todo o Brasil assistem DIARIAMENTE seus companheiros serem degolados, decapitados, queimados, executados a tiros, ficarem paraplégicos/tetraplégicos E NÃO FAZEM
    N - A - D - A ?!
    O que é pior: a barbárie ou a alienação?
    Quantos Policiais Militares, Policiais Civis, Policiais Federais, Policiais Rodoviários Federais, Guardas Municipais, Policiais Ferroviários Federais, Bombeiros Militares e Agentes Penitenciários deverão morrer para encerrarmos a barbárie da NOSSA alienação?
    O que é pior: a barbárie ou a alienação?

    ResponderExcluir
  3. É só copiar o modelo que as policias federais adotaram nos ultimos anos, investiu em seus recursos humanos com treinamento e bons salários. Chega de balela, de bla, bla , bla. Só não enxerga quem não quer. Diga qual o funcionário público que consegue se tornar milionário trabalhando honestamente. Para se tornar miliónário só existem três vias licítas, já nascer rico, receber uma boa herança ou ganhar na loteria, as demais formas são todas ilícitas. Agora responda como nossos políticos conseguem essas façanhas. Temos aquilo que merecemos, a maioria dos brasileiros só pensam em tirar vatagens das situações em que se encontram,. você dos direitos humanos tá apenas defendendo seu ganha pão.

    ResponderExcluir
  4. Vc dos direitos humanos se não querem serem abordados por um policiais com fuzil, então se mudem e vão morar na Inglaterra ou no Japão, onde o povo é educado e não vive numa miséria que nem a nossa. A policia é refelexo da nossa sociedade, pois, vem dela.

    ResponderExcluir
  5. VOUPOULOS NOPOPOULOS COM AREIA1 de março de 2011 04:04

    Ao "" alguém que se denomina DIREITOS HUMANOS ""...

    Quando porventura, policiais pais de familia numa Blitz apontam um fuzíl para o interior de um veículo qualquer, é sinal de que o estresse, o terror e o temor de receber um disparo no meio da cara vindo de um VAGABUNDO que é defendido pelos DIREITO HUMANOS, (quase sempre ONGs que não entendem bulhufas de nada de policia), é porque é impossível entregar flores para condutores bêbados, motoristas bad boys, alguns juízes marrentos e coronéis autoritários.
    Quem não deve, não deveria temer e melhor, deveria respeitar e entender que este sempre será o procedimento padrão. Não estamos no Japão, não estamos no Canadá muito menos na Suiça. Graças às AMEBAS em Brasília/DF que não fazem aquilo que deveria ser feito, façamos nós então, aquilo que é possível fazer.
    Problemas de Policia tem de ser tratados por Policias, jamais por políticos.
    Uma enorme revolução se faz necessária, urgente e está chegando a hora !
    Direitos humanos é saúde, salário, oportunidades, emprego, renda, educação, respeito, sendo assim, com raríssimas exceções, direitos humanos para o inferno.
    Convidem integrantes dos DIREITOS HUMANOS para passarem apenas uns dias no interior de uma viatura numa guarnição, sem dinheiro no bolso, cheios de empréstimos no BMG, com suas familias entregues à própria sorte no bairro onde moramos na periferia sanguinolenta da Cidade e talvez estes integrantes queiram comer o ovo que comemos ao invés de estarem rindo a toa tomando chopp e comendo camarão ao lado dos malandros do governo, talvez, quem sabe !
    Acho que estão colocando algum tipo de droga na água que policiais e bombeiros de todo o Brasil bebem ou fizeram lavagemn cerebral.
    Estão todos amarrados, inertes, atônitos, paralizados. As lideranças em todo o País foram COMPRADAS ? Será ?
    E vamos morrer para agradar aos DIREITOS HUMANOS !

    ResponderExcluir
  6. VOUPOULOS NOPOPOULOS COM AREIA1 de março de 2011 04:14

    REPRODUZINDO...............
    Segundo o comentário do ""DIREITOS HUMANOS""
    La vai.

    (Quero que alguém me diga como si senti dentro de um carro com sua mulher, seus filhos, sua família, sendo abordado por policias apontando um fuzil em sua direção. Bem próximo da sua Cara, e em direção e seus filhos.)

    EU DIGO: AGRADEÇA AO POLICIAL POR ESTAR DEFENDENDO A SUA INTEGRIDADE E A DE SUA FAMÍLIA RECEBENDO TALVEZ A QUARTA PARTE DO SALÁRIO QUE VOCÊ RECEBE PARA ESCREVER ESTE DESINTELIGENTE, DESEDUCADO, INOPORTUNO E INFELIZ COMENTÁRIO, DÊ-LHE UM BOM DIA E DESEJE-LHE SAÚDE E PAZ.
    FAÇA ISTO AGORA.

    ResponderExcluir
  7. Se a atividade da polícia brasileira é desastrosa é em função de termos uma sociedade desastrosa.
    Aquela não ocorre sem essa.

    ResponderExcluir
  8. "Prefiro ficar do lado das vitimas da atividade desastrosa da policia que eram inocentes.
    Quero que alguém me diga como si senti dentro de um carro com sua mulher, seus filhos, sua família, sendo abordado por policias apontando um fuzil em sua direção." Disse o "ativista".

    Num país de desastres em que a polícia é desastrosa a organização social é desastrosa a atuação dos direitos humanos é... DESASTROSA!

    Muito fácil falar mal dos outros, né?!

    Vc aí dos dh tá esquecendo do Eudo Lustosa "ativista traficante" preso em flagrante levando drogas do Acre para Brasília!
    Era pra alguém do PT???

    Bem-vindo ao caos...

    ResponderExcluir
  9. Depois dessa, o "ativista" nunca mais digita merda nesse blog...
    Bem feito!

    ResponderExcluir
  10. Aos direito humanos:
    Primeiro: Aprenda a escrever
    Segundo: Policiais também são humanos
    Terceiro: Imagine o mundo sem bandidos facínoras e com polícia depois imagine o mundo sem polícia e com facínoras e me diga qual será mais caótico.
    Quarto e não menos importante: Vai tomar um banho cortar esse cabelo usar uma roupa séria e deixe de ser um esquerdista inútil para a sociedade.

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.