sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

PM's de Cruzeiro reclamam que diárias em deslocamentos não estão sendo pagas e que estão sendo transferidos em prejuízo da hierarquia

Caro Isaque, venho através deste que nos ajudem em Cruzeiro do Sul com os deslocamentos feitos à Marechal Thaumaturgo e Porto Walter, são determinações arbitrárias do comandante Geral onde deveriam todos concorrer a um revezamento, o mesmo determinou que policiais de Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Ciosp e Administração não entrariam de forma alguma neste revezamento, trazendo prejuízos financeiros, familiares, etc. aos demais que prestam serviço na rua (RP, Transito e COE e penitenciária)ou seja, somos obrigados a ir para estes municípios isolados sem diárias, sem banco de horas, sem um local digno de repousar nas folgas (todos já conhecem as condições dos quartéis já antes denunciados por este blog) e ninguém quer saber se temos família para cuidar, filhos que precisam da presença do pai no momento, etc. Além disso, nos causa indignação em sermos tratados desigualmente, pois anteriormente todos sem exceção passavam por este revezamento e tínhamos diárias, mas agora não existe isso em Cruzeiro do Sul. Estamos passando por uma verdadeira ditadura nesta medida tomada pelo Comando geral!

Fonte: Militar de Cruzeiro do Sul

11 comentários:

  1. È meus amigos até o banco de hora só dá o pessoal da administraçao, que tem pm que tira cinco banco de hora por semana. Enquanto dez tira o serviço nas viaturas tem trinta e oito dentro do quartel sem fazer nada é uns se batendo nos outros uma verdadeira puxação de saco.

    ResponderExcluir
  2. Larga o Preto, e pedi pra trabalhar em Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Ciosp ou Administração, o chato prezado SGT é que vocês do Preto reclamam sempre quando está ruim o négocio, mas lembre que quando é diaria do IBAMA, ICMBIO, e outras missões que envolvem diarias, quem é que sempre vai os Homi de Preto, acho triste ficar falando do amigo de farda, mas já que você não observou esse principio então me sinto livre em falar também, faz o seguinte que tal reunirmos todos e em seguida solicitarmos uma reunião afim de que se cumpra a lei de remuneração. A INVEJA MATA.

    ResponderExcluir
  3. Sera que é verdade ?
    http://agazeta.net/plantao/noticias/8261-seguranca-tera-investimentos-de-r-40-milhoes-em-2012.html

    ResponderExcluir
  4. Tem gente dando o golpe, o garpado é grande hem. Nunca vi o quartel tão bagunçado desse jeito oh

    ResponderExcluir
  5. Muitos colegas de farda, falam do pessoal da administração,más eu duvido se eles não gostariam de está lá tambem!Paciencia bando de ante-éticos,vamos ser mais profissionais,honrarmos nossa farda e parar de perseguir o colega ,isso é pura inveja e da uma conotação de incompetência.Obs:Vamos ler mais ou tomar conhecimento do nosso código de ética,porque na proporção que um militar fica perdendo o seu precioso tempo falando mau do colega,ele se esquece de fazer a parte dele como profissional.REFLITAM SOBRE ISSSO!



    ÉTICO E MORAL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ante-ético é ficar dentro do quartel sem fazer nada só puxando o saco e sem fazer nada onde os outros colegas ficam se matando na escala de serviço isso é que é ser anti- ético.

      Excluir
  6. curso é curso!

    ResponderExcluir
  7. É CP 62, o Márcio saiu do IBAMA, e os meninos do ICMBIO não dão confiança pra vocês, agora só resta chorar, é bom que lá em porto walter pela primeira vez vai ter uma guarnição do COE. kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc ta generalizando, companheiro. vc acha certo eu ter que ficar em porto walter ou thaumaturgo nos lugar de outros companheiros e, além do mais, sem ganhar porra nenhuma. vamos todo mundo então. Todos somos policiais, estamos no mesmo barco, certo. Você acha q a COE É BENEFICIADA EM ALGUMA COISA? QUAL SERÁ ENTÃO? Eu não ganho nada a mais e nada a menos lá. Trabalho também em qualquer lugar, NA RP, até em porto walter e thaumaturgo, só que a pm tem q dar condições, amigo.

      Excluir
  8. Hoje o Comandante Maj Alves, disse que iria intermediar uma conversa em prol dos que irão aos municipios afim de que dentro da legalidade e que se direito for se possa pagar as diarias devidas, afinal o proprio governador disse que este seria o ano da segurança, boa iniciativa e assim é que se constroí, a começar pelo dialógo, parabéns aos SGTs que participaram do Bate-papo com o Mal Alves

    ResponderExcluir
  9. Muito bom Sálvio, foi uma conversa boa que tivemos com o Major Alves e de acordo com o mesmo conversaria com o cmt geral sobre o assunto, que acredito que estarão sensíveis em nos ajudar. Esperamos que as diárias possam voltar pois temos muitos gastos naqueles municípios.

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.