domingo, 6 de abril de 2014

Pará - Para mais de 80%, praças estão certos em protestar

Para mais de 80%, praças estão certos em protestar (Foto: Antonio Silva/Agência Pará)
(Foto: Antonio Silva/Agência Pará)
Neste sábado (5), completa três dias o protesto dos praças (formados por soldados, cabos, sargentos e subtenentes) da Polícia Militar do Pará. Eles reivindicam ser inseridos no projeto de lei, aprovado na Assembleia Legislativa, que discorre sobre o aumento salarial dos oficiais da PM, que deve chegar a 110% em 2018.
Pela legislação, esse tipo de manifestação por policiais em serviço é considerada ilegal. Mas para 86.80% dos internautas do DOL, os PMs estão certo em protestar por melhores salários. “Policias têm sim todo o direito de reivindicar seu salário, os riscos são iguais para todos os saldados, cabos e sargentos e eles devem ser valorizados também”, acredita a internauta Thaís, que opinou no DOL Quer Saber.
A internauta Francisca França compartilha a mesma opinião. “Com certeza. Eles que estão na linha de frente. A Polícia Militar é uma corporação. Por que aumentar o salário só pra alguns? Tem que ser para todos”.
“Concordo plenamente que os Policiais ganhem o que é justo, assim como também os professores os profissionais de saúde. Acho que cada categoria trabalhista deve ganhar aquilo que lhe é devido. Os praças são os policiais que estão no fronte de combate das ações violentas contra o cidadão de bem, por que não valorizá-los como profissionais de segurança pública”, questiona Francisco Oliveira.
Para o internauta Moisés Dutra Jr. “É inadmissível que condutas inescrupulosas como estas continuem prejudicando as praças PM e BM. Não sou contra o aumento salarial para os oficiais, sou contra a desvalorização daqueles que dia e noite estão na rua muitas vezes para proteger o governador, bem como a sociedade”.
(DOL)

Um comentário:

  1. Aqui no Acre os oficiais nao tiveram 30% de aumento..

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.