quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Bombeiros do Acre terão escala massacrante a partir da próxima semana

Por Bombeiro Acreano


Coletânea de absurdos. Essa é a palavra para algumas ações do novo comando do corpo de bombeiro. Vários militares informaram que a partir de segunda-feira, no próximo dia 27, passará a vigorar uma escala de serviço tão massacrante, que mesmo antes dos novos soldados reforçarem o efetivo, ainda assim a jornada semanal era menos leonina.

Em reunião entre a cúpula da entidade, foi decidido que o militar irá tirar um plantão de um dia inteiro (dia e noite), sai de serviço para sua casa, volta na segunda folga para tirar expediente das 8 até 14, volta na terceira folga para tirar expediente das 8 até 14, e na sequencia novo plantão de 24 horas.

O blog construiu a seguinte exemplificação da “Ideia Gênio” abençoada pelo comandante geral, coronel Flores: Domingo de plantão de 24 horas. Segunda feira sai de serviço (no bombeiro, a saída de serviço ocorre por volta das 10h, e não as 8, porque há sempre muita falação e “aconselhamento” antes de passar o serviço). Terça expediente das 8 até 14. Quarta mais expediente das 8 até 14. Quinta novo plantão de 24 horas e repete o ciclo.

Nesse esquema o militar trabalhará quase 70 horas semanais, sem adicional noturno, de hora extra, sem consideração de feriado etc. Um oficial combatente que não concorda com a ação de comando, mas não quer se identificar, disse que se antes dos 251 novos soldados se formarem tal jornada não existia, não há racionalidade em implementá-la agora, pois um dos principais, senão o maior, objetivo da reivindicação pela inclusão de novos soldados era a humanização da jornada semanal de trabalho.

Outro militar que conversou com o blog advertiu que se está assim sem haver transbordamento do rio acre, eclosão de múltiplos focos de incêndio florestal, se não é carnaval, se ainda não chegou a Expoacre, nem os festivais de praia, imagina quantas dezenas de horas os comando fará o bombeiro trabalhar quando tais períodos concretamente chegarem.

Corre nos bastidores do quartel do comando geral que o atual comando se orgulha de serem coronéis FULL genuínos porque foram formados em Brasília e não são R2. Assim precisam ADESTRAR A TROPA para torná-la surda e muda, como se vivessem no contexto real do exército brasileiro, à espera de uma guerra iminente, logo nada de se priorizar a família, a saúde, o bem-estar, a sociedade, mas sim a vontade do comandante, que precisa mostrar o quanto é poderoso.

O corpo de bombeiros, segundo denúncias recebidas nas últimas semanas, parece entrar novamente em uma era de pessoalidade e autoritarismo. Não se fez seleção interna para a última vaga aberta para a força nacional, logo de cara o comando geral levou 50 soldados recém formados para as seções administrativas (os novos soldados não tem culpa, é a política do comando), ameaçam expulsar seus integrantes sem o processo legal, mudou-se a data do tradicional churrasco de fim de ano sem divulgação prévia aos militares e famílias (não foram 40 pessoas) e por aí vai.


O cenário está sendo visto pelos militares como ação de governo, pois tudo que fazem os coronéis dizem fazer em nome do governador Sebastião Viana, inclusive o recém promovido coronel Faraó.

11 comentários:

  1. Os comandantes irão sugar a tropa agora, ai quando o rio transbordar, os bombeiros vão estar desestimulados, pois foram sugados quando menos foi preciso, vai entender.

    ResponderExcluir
  2. Fazendo uso de um muito falado ditado militar: "Não há nada tão ruim, que não possa piorar." E para quê será usado esse pessoal nesse "expediente"?

    ResponderExcluir
  3. Fui subordinado dos coronéis R2 ( que vieram do Exército): Costa, Ricardo, Cunha e Henrique e, sempre nos trataram bem, na medida do possível atendiam as nossas reivindicações, deram todo apoio possível para a criação da associação dos cabos e soldados do CB, tiraram o Bombeiro da "lama" nos tempos difíceis, enfim, existia um "espírito de corpo" muito bom. Quem é antigo sabe disso. Com todo o respeito aos atuais coronéis do CB que fizeram academia, é importante não desmerecer alguns coronéis R2 que já estão na reserva do CBMAC.

    ResponderExcluir
  4. Tudo que se faz tem uma justificativa ou pelo menos deveria ter, gostaria de saber qual a necessidade desse expediente e porque esse desejo do Governador em deixar os bombeiros todos os dias nos quarteis. Será que esses homens não têm direito a descanso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque não tem nenhum filho dele lá!

      Excluir
  5. Relaxem estam sofrendo antes da hora, bombeiros no quartel, so ficam deitados nos alojamentos ou jogando bola, isto quando nao ha ocorrencias. O chato e a diminuicao do contato familiar, tao importante nos dias de hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então vá voce carregar as coisas dos outros e ficar ouvindo abuso deles!

      Excluir
  6. Existe lei para isso, para derrubar esses abusos de autoridade, o comandante não tem família, vida social, não tem que estudar isso é problema dele, não quer dizer que os outros não tenha. Se estar realmente havendo abuso de poder tem que ser apurado e a lei tem que se cumprir. Se os senhores coronéis fazem tudo em nome do sr. Governador é a ele que tem que ser direcionado as reclamações.

    ResponderExcluir
  7. Se é pra sugar, que sugue todos!!! E não acochambrem os peixes que foram para as seções, que aliás tem tanta gente que estão se esbarrando pelos corredores! E uma observação, esta escala está somente para o 1º, pois no 2º só vão pra missão na 2ª folga... Se não corrigirem, vejo atestados chegando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos generalizar, estou ralando no operacional também, da pra contar nos dedos os peixadas que foram para as sessões, mas a maioria não teve culpa e não podemos julga-los, se o CEL determinou, o que eles podem fazer?

      Excluir
  8. Qual a necessidade de metade do novo efetivo de Rio Branco ir pro administrativo ? Qual a necessidade de submeter a tropa a uma escala dessas ? Cel. Flores e Gundim estão colocando todo a tropa contra eles mesmos, não dá pra entender o que pretendem com isso tudo...

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.