quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

MANIFESTAÇÃO EM FAVOR DOS 11 MILITARES PRESOS

A Associação dos Militares do Estado do Acre (AME/AC) realizará amanhã, dia 5, quinta-feira, em frente ao Palácio Rio Branco, uma manifestação em favor dos 11 (onze) Policiais Militares presos que estão sendo privados de seus direitos constitucionais. Pedimos a todos que participem conosco desse ato na companhia dos familiares dos PM’s presos, do deputado Major Rocha e outras autoridades.

Nesse momento, alertamos a todos que precisamos nos unir e termos forças para não permitir que o nossos nomes sejam jogados na lama do jeito que querem. Hoje, até o secretário de Polícia Civil, Emylson Farias, já está relembrando Esquadrão da Morte, tentando fazer com que a sociedade nos condene da mesma forma como eles fizeram. Precisamos fazer alguma, não podemos baixar a cabeça, vamos descruzar os braços e lutarmos por nós mesmos e por nossas famílias. Dia 29, onze foram condenados pelos delegados e pela imprensa, dia primeiro de dezembro foram mais dois (caso do jornalista preso), amanhã poderá ser qualquer outro de nós e vermos nossos pais, mulheres e filhos chorando como choraram, ontem, na Assembleia Legislativa, os familiares dos policiais presos.

Não vamos esquecer: a manifestação acontecerá amanhã, dia 5, em frente ao Palácio Rio Branco, a partir das 9 horas.

“Sem recuar, sem cair sem temer”

AME/AC

5 comentários:

  1. CLODOMIR CELESTINO DE ARAÚJO4 de dezembro de 2013 10:49

    Estou de inteiro acordo, temos que fazer algo em prol de nossos amigos, quem a policia civil na pessoa desdes dois delegados pensam que é pra prender, jugar e condenar nossos policiais militares, ou será que eles estão querendo se promover as nossas custas, vamos, vamos sim fazer esta manifestação e, eu aqui como amigo de todos os policiais militares convido a todos para se fazerem presentes ir da 09 hs na frente do Palácio e se não resolverem vamos nos mesmos solta-los, estão comentando por ai que o vagabundo que eles dizem que nossos amigos o mataram encontra se escondido na bolivia, quem sabe se não é mando deles mesmo em, faço um verdadeiro apelo a todos os policiais militares e aos nossos amigos policiais civis, mais só os amigos mesmo, vamos comparecer e apoiar os nosso amigos nessa. UM ABRAÇO A TODOS, ST CLODOMIR O ANTI-PT

    ResponderExcluir
  2. Vamos lá, pessoal!
    Aqui não tem esquadrão nenhum!
    Ao contrário tem policiais que até a apresentação das provas legais e o processo transitado em julgado, são INOCENTES!
    Todos pra rua pra reverter essa vergonha feita pela Polícia Civil e o Descomandante Geral!

    ResponderExcluir
  3. Caros irmãos, ainda estou em recuperação Pós-Operatório, mas quero aqui externar minha solidariedade aos nossos colegas presos e familiares! Não a tirania dos que se promovem baseados em mentiras e abuso! Sim a família POLICIAL MILITAR, tão injustiçada ao longo dos anos.
    Deus abençoe a todos nessa manifestação e ficarei muito feliz ao saber que os familiares, policiais e amigos de policiais estarão presentes!
    C/3 BELÉM - Residente em RO

    ResponderExcluir
  4. Caros irmãos, ainda estou em recuperação Pós-Operatório, mas quero aqui externar minha solidariedade aos nossos colegas presos e familiares! Não a tirania dos que se promovem baseados em mentiras e abuso! Sim a família POLICIAL MILITAR, tão injustiçada ao longo dos anos.
    Deus abençoe a todos nessa manifestação e ficarei muito feliz ao saber que os familiares, policiais e amigos de policiais estarão presentes!
    C/3 BELÉM - Residente em RO

    ResponderExcluir
  5. TO DE SACO CHEIO DESSE BLOG, CADE O MANIFESTO POR AQUELES QUE FORAM P/ AQUELE 4 DE MAIO NA PRAÇA???
    AH ME POUPE, AQUI VCS SÓ AJUDAM QUEM LHES CONVÉM?? NÃO VI ND ATÉ AGORA P/ AJUDAR, O ÚINICO OFICIAL QUE ESTEVE NAQUELE MANIFESTO FOI PRATICAMENTE OBRIGADO A SE APOSENTAR, CORRENDO O PERIGO DE CONTINUAR TRABALHANDO E PERDER A FADA, SE CONDENADO... COLOQUEM A MÃO NA CONSCIÊNCIA.... KD A AJUDA P/ AQUELES DO DIA DA GREVE? A.J.V

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.