quarta-feira, 17 de junho de 2009

Notícia postada no site: www.ecosdanoticia.com.br

O major Wherles Rocha, passou mal na noite desta terça-feira, 16, e foi internado as pressas em um Hospital Particular.
O Oficial da Polícia Militar estava preso desde a última sexta-feira, 12, quando foi decretada sua prisão.
Desde então ele passou a fazer greve de fome, por que as refeições que eram levadas para ele no Comando de Operações Especiais - Coe, onde cumpria prisão era feita no Presídio Estadual, ele afirmou que não se alimentaria da refeição feita no Presídio por não aceitar a condição de preso da Justiça, e que só iria se alimentar nesta quarta-feira, 17, quando ganhasse a liberdade.
Na noite desta terça-feira, 12, o Comando da Polícia Militar ficou sabendo que havia uma articulação para a realização de um movimento de militares para recepcionar a saída da prisão do Major Rocha e em repúdio a prisão considerada pela categoria como arbitraria e desumana.
Assim que ficou sabendo dos preparativos para a movimentação o Comando antecipou a libertação do Oficial preso, mas ele não teria aceitado afirmando que cumpria os cinco dias de prisão. Além disso todos os militares que estão saindo de serviço e os que estão de folga foram convocados para uma missão a ser realizada na manhã desta quarta-feira, 17, afim de evitar o movimento a favor do Major Rocha.
Por volta das 21h, ele passou mal e foi levado pelo subcomandante da PM, Coronel Ramalho para uma Clínica Particular, localizada no bairro Bosque.
Quando a viatura da PM que levava o Oficial para a Clínica parou em frente a unidade de saúde, os ocupantes perceberam a presença da imprensa e deu meia volta, seguindo em direção ao bairro Bosque, passando pela Avenida Nações unidas, em frente ao Pronto Socorro e não parou, seguindo até a Policlínica da PM.
Ao chegar à Policlínica como não havia médico de plantão foi chamado o médico Rui Pinto que estava de sobreaviso.
O médico atendeu o Oficial em um consultou na Policlínica e orientou internação imediata.
Um cunhado do Major Rocha, que também é oficial do Corpo de Bombeiros, o acompanhou até o Pronto Atendimento de uma Clínica Particular. Em seguida o Major foi transferido para o Hospital Santa Juliana onde permanece internado.
A Associação dos Policiais Militares prometem a realização do movimento marcado para as 7h desta quarta-feira.

4 comentários:

  1. ISSO QUE É UM GOVERNO TRANSPARENTE:A PORTARIA SAIU DE NOITE QUANDO NIGUEM PODE VER, E A SOLTURA TAMBEM À NOITE PRA NIGUEM VER, ISSO QUE É UM ESTADO DEMOCRÁTICO PETISTA.CRIARAM UM BICHO PAPÃO DEPOIS FICARAM COM MEDO.

    ResponderExcluir
  2. Décio Malho Neles17 de junho de 2009 10:10

    DITADURA NOS MILITARES
    Meu Deus!!!!! Cadê as instituições que defendem a democracia neste estado. Cadê a OAB, MP, Direitos Humanos. Será que está todo mundo de conluio com o governador Binho Marques e o Cel Célio?
    Os atos do Comandante Geral agridem até mesmo tratados e convenções internacionais, mesmo assim ninguém faz nada. Pelo menos a imprensa está mostrando para a população que algo não esta conforme os parâmetros da democracia.
    Até quando esse Coronel janeleiro vai pensar que é legislador e que pode criar regras ao seu talante? Será que ele não tem uma assessoria jurídica descente que o alerte das asnices que está realizando? Algo não anda bem na tão propalada democracia dos defensores da florestania.
    Aqueles que na década de 1960 eram os vilões, hoje são vítimas do autoritarismo dos civis que, por sinal, são os mesmos que levantavam, naquela época, a bandeira da liberdade.
    A bandeira da liberdade só tremula enquanto não se chega ao poder. Após isto, ela é enrolada para dar lugar ao mesmo despotismo de sempre. Apenas ocorre um repeteco da história. O defensor da liberdade de ontem é o ditador de hoje que oprime, humilha, pisa e massacra. Mas como diz a velha canção: “apesar de você, amanhã será um novo dia” (e você mesmo já cantou muito essa canção).

    ResponderExcluir
  3. A alguns anos atrás lembro-me de ter ouvido de alguns colegas que os oficiais eram mais unidos que os praças, mas agora, graças aos idiotas do PT e do comando da PMAC todos os militares estão unidos por uma única causa: JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
  4. valeu Edvaldo Souza, a sua deixa em relação ao pleito do Maj PM Rocha em 2010 foi espetacular. Toma essa aí PT.

    ResponderExcluir

Evite palavrões. Dê seu apoio, faça a sua crítica, mas com respeito a todos.